13
- junho
2019
Posted By : Alexandre Pierro
Comentários desativados em Três certificações essenciais para deixar sua empresa preparada para o futuro
Três certificações essenciais para deixar sua empresa preparada para o futuro

“O que o futuro reserva para a minha empresa?”. Essa é uma questão que sempre afligiu empresários, executivos e trabalhadores de todos os setores e níveis hierárquicos. A insegurança quanto ao futuro de seu emprego ou sua empresa é algo que assombra os profissionais, sobretudo em momentos chave de crise econômica ou grandes mudanças tecnológicas.

Vivemos ambas simultaneamente. O mundo luta contra problemas de gestão que se acumularam ao longo dos anos, sejam eles internos ou externos. Ao mesmo tempo, estamos diante de tecnologias que estão mudando o modo como as pessoas estão vendo o mundo, a economia, a sociedade e o trabalho. A tecnologia muda o comportamento tanto quanto muda as possibilidades, transformando cenários seguros em incertos.

É nesse ponto que todo empresário se questiona sobre o que fazer. Como conseguir ajuda para lidar com essa volatilidade? Muita gente já pensou nisso e criou metodologias para lidar com as incertezas de forma mais segura e ágil. O resultado são as certificações ISO, que compilam uma série de boas práticas.

Cada certificação atende a um propósito e uma necessidade das empresas. A mais famosa é a 9.001, de qualidade. Porém, existem muitas outras que se adequam mais às necessidades atuais dos empresários. Abaixo, as três que considero fundamentais para as empresas se prepararem para o futuro.

ISO 56.002 (Inovação): É a caçula das certificações. Publicada esse ano, ela é resultado de anos de estudo sobre as melhores práticas de inovação nos 163 países membro da ISO. Sua implementação e certificação direciona para um sistema de gestão voltado para a inovação e seus respectivos valores/princípios. Destinada a todas as empresas, independentemente de porte ou segmento, essa norma estimula a criação de novos produtos e mercados a partir do gerenciamento de insights tanto do público interno quanto externo, visando a entrada em novos mercados e com maior valor agregado.

ISO 31.000 (Risco): Focada em gerenciamento de riscos, essa norma oferece diretrizes, princípios, estrutura e processos para gerenciá-los adequadamente. Aplica-se com a adoção de melhores práticas de infraestrutura, políticas e metodologias, permitindo uma melhor gestão dos limites de risco aceitáveis, do capital, da precificação e do gerenciamento da carteira.

ISO 22.301 (Continuidade dos negócios): A gestão de continuidade de negócios lida com a incorporação de medidas que garantam o funcionamento de processos críticos em caso de rupturas nas práticas de gestão de uma organização, como é o caso de desastres, crises de diversas magnitudes, além de sucessão.

Essas três normas garantem que os cenários mais incertos da atualidade sejam vistos com antecedência, trabalhados e aproveitados não como uma nuvem negra no céu, mas como uma chuva de oportunidades capaz de gerar de melhorias, crescimento e desenvolvimento. Vale a pena buscar implementá-las em sua empresa.